FIES – Financiamento Estudantil do Ensino Superior

Problemas financeiros existem, assim como pessoas que se preocupam com sua educação superior, mas que não possuem como pagar pelos estudos em uma instituição de ensino superior particular. Tendo conhecimento desse problema, foi criado o FIES (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior), que consiste em uma linha de financiamento educativo promovido pelo governo federal. É permitida a participação no programa tanto por estudantes que acabaram de ingressar no ensino superior, quanto para estudantes que possuem bolsa de estudos, inclusive a bolsa do ProUni (Programa Universidade para Todos).

Saiba tudo sobre o FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação destinado à concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores presenciais não gratuitos e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo  ministério.

Podem solicitar o financiamento os estudantes de cursos presenciais de graduação não gratuitos com avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), oferecidos por instituições de ensino superior participantes do programa, e que atendam as demais exigências estabelecidas nas normas do FIES para essa finalidade.

fiesO FIES possui uma linha de credito que banca a mensalidade do estudante em uma instituição de ensino privada – e a única restrição existente é para aqueles que estão inadimplentes com o Programa de Credito Educativo (o programa que vigorava antes do programa atual).

Para participar do FIES, o estudante deve ser aprovado em uma instituição de ensino privada cadastrada no FIES, e fazer a matricula na carreira. Atualmente, dadas as ultimas exigências do governo, só participarão aqueles que realizarem o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que foi considerado a etapa necessária para a conclusão do ensino médio, bem como a certificação da mesma. Após a realização do Enem, da aprovação em uma instituição de ensino cadastrada no FIES, é necessário que o estudante faça a inscrição no programa FIES pela internet, e esperar pela resposta do MEC (Ministério da Educação) para ser aprovado.

Durante o curso superior, o estudante bolsista paga um valor máximo de até R$50,00 a cada três meses. E, quando se forma, entra no período de carência por 18 meses, período esse onde não é necessário pagar o FIES – é a hora de conseguir um emprego com o diploma e garantir o pagamento do empréstimo –. Após os 18 meses de carência, inicia-se uma fase de pagamento da divida. Todo o saldo que o estudante deve é aplicado em uma fórmula conhecida por Tabela Price, que calcula os juros e determina um valor fixo para as parcelas à serem quitadas.

Quais são as vantagens do FIES

Existem as vantagens e desvantagens do programa. As vantagens estão na capacidade e facilidade de acesso ao ensino superior graças à preocupação do governo federal em relação ao ensino superior e a formação de jovens profissionais, as taxas a serem pagas de forma suave durante o curso e o período de carência, que constitui um período para adquirir um emprego e garantir um fundo financeiro suficiente para iniciar o pagamento da divida.

fies-fb

A desvantagem do FIES está na divida passiva à longo prazo, que por sua vez acaba envolvendo o futuro profissional do estudante. Portanto, é necessário que seja realizada uma avaliação criteriosa em relação ao programa e a sua necessidade de utilização, para que não comprometa seu nome ou vida profissional.

De qualquer forma, para aqueles que souberem balancear os gastos e despesas, a fim de garantir um fundo de ensino, é uma opção válida à ser considerada, uma vez que facilitará o processo de formação profissional: pesquise, anote, consulte – faça todas as observações e anotações necessárias antes de tomar a sua decisão, e veja se o programa de financiamento do ensino superior se encaixa nas suas necessidades e compromissos à longo prazo.

Aqui vão algumas dicas para se inscrever no FIES:

– O primeiro passo para efetuar a inscrição é acessar o SisFIES e informar os dados solicitados;

– Após concluir a inscrição, o estudante deverá validar suas informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), em sua instituição de ensino, em até 10 dias, contado a partir do dia imediatamente posterior ao da conclusão da sua inscrição;

– Após essa validação e de posse do Documento de Regularidade de Inscrição, o estudante deverá comparecer ao agente financeiro do FIES (CEF ou Banco do Brasil) em até 10 dias, contados a partir do terceiro dia útil imediatamente subsequente à data da validação da inscrição na CPSA, para formalizar a contratação do financiamento;

– A contratação do financiamento deverá ocorrer em agência bancária do agente financeiro credenciado pelo FIES (CEF e Banco do Brasil), sediada no mesmo domicílio residencial ou acadêmico do estudante. Na hipótese da inexistência de agência bancária nesses domicílios, é permitida a contratação do financiamento em agência bancária sediada em localidade de livre escolha do estudante;

Acesse o site abaixo e saiba mais sobre o Programa de Financiamento Estudantil:

http://sisfiesportal.mec.gov.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.