Como fazer uma redação dissertativa

Em grandes processos seletivos, como vestibulares, concursos,  e também em recrutamento de emprego, a redação dissertativa é uma etapa que pode ser classificatória ou eliminatória. A importância dela dentro do processo seletivo depende da vaga para a qual se está concorrendo. Ainda assim, ela costumar ter um caráter de definição dos melhores candidatos para determinada ocupação.

Mas, em via de regra, para ter habilidade de fazer uma redação, seja ela de qual tipo fora, é necessário ter um bom nível de leitura. Segundo uma pesquisa da Fecomercio-RJ, realizada em 2014, 70% dos brasileiros não leram um único livro naquele ano, e 55% não participaram de nenhuma atividade cultural em 2014. Isso impacta diretamente em nossa visão de mundo e em nosso poder de argumentação. 

redação-dissertativa-mundo=graduadoQuando a redação dissertativa é um critério seletivo, certamente, é exigido que você apresente exatamente esses dois elementos: visão de mundo e argumentação, a partir de um tema dado. Por isso que a primeira dica para que você tenha sucesso na produção de uma redação dissertativa é que você leia cada vez mais e mais. Não basta ler apenas o que é recomendado no seu curso, busque temas do momento, estude história, leia sobre política, leia literatura brasileira e literatura estrangeira, diversifique o tipo de gênero literário que você mais costuma ler. Em suma, você escreve o que você lê.

Quanto mais você praticar o hábito de leitura, melhores serão seus textos. A partir do momento em que você ampliar o seu nível de conhecimento, a técnica da dissertação será apenas um modo prático de estruturar seu pensamento seja para o Enem ou para aquele processo seletivo que dará a sua vaga de trabalho dos sonhos.

Passo a passo para fazer uma redação dissertativa

Agora que já convencemos você que o melhor para fazer uma redação dissertativa é lendo bastante, aqui vão algumas técnicas que vão ajudar e muito você:

  • Tema: antes de escrever, interprete com cautela o tema dado. Geralmente, os testes indicam textos de apoio (leia-se “apoio”, não é para copiá-los), comece lendo-os sem pressão para que você apreenda bem o centro do tema, e não fuja dele.
  • Rabisque ideias: calma, não escreva o seu texto definitivo. Certamente você pensa no tempo correndo, mas após compreender bem o tema rabisque ideias de modo a estruturar os principais pontos que você deseja discutir nas suas poucas linhas. O esquema “introdução – desenvolvimento – conclusão” ainda funciona e é o mais sensato de seguir para não errar..
  • Revise ideias: após rabiscar as suas ideias, revise e compare para ver se ela não fugiu do tema central exposto.
  • Revise o português: se as suas ideias já estão dentro do esperado, revise a coerência e a coesão do seu texto antes de passá-lo a limpo.
  • Passe a limpo: pronto, é hora de você passar toda a sua ideia a limpo sem rasura no texto.
  • Título: isso mesmo, deixe o título para o final. Não elabore muito, ele deve ser curto e resumir a ideia do texto que você produziu.

Ufa! Não foi tão difícil quanto você imaginou, confessa! Agora, é só aguardar o resultado.

Faça um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *