Enfermagem: bacharel ou curso técnico?

Você quer fazer Enfermagem e está em dúvida sobre seguir o bacharelado ou o curso técnico? A sua dúvida é um ótimo começo, significa que você está avaliando o que é melhor para a sua carreira de Enfermagem, a curto, médio e longo prazo. Vamos ajudar você a decidir, levantando o que cada opção confere, com vantagens e desvantagens.

Antes de qualquer coisa, é bom saber do que se trata a área do estudo da Enfermagem. A Enfermagem tem por objetivo promover a recuperação e a reabilitação da saúde humana.  Ela se divide em diferentes funções básicas, e tem atuação em centro cirúrgico, saúde do idoso, saúde do trabalho, resgate, pediatria e terapia intensiva. Todas essas atividades são regulamentadas pelo Conselho Federal de Enfermagem.

Curso Técnico de Enfermagem

Sobre a formação, o curso técnico é uma modalidade de estudos de curta duração, entre um ano e meio e dois anos. Para fazer curso técnico de enfermagem, o futuro técnico de enfermagem precisa ter o ensino médio completo. Durante os estudos técnicos, o estudante tem contato com disciplinas como Anatomia, Antropologia Filosófica, Citologia e Histologia e outras. O curso técnico é mais voltado para aprender procedimentos práticos, permitindo que o técnico em enfermagem atue em clínicas e em hospitais.

No curso técnico, o estudante aprende a lidar com pacientes de média e alta complexidade, podendo atuar em UTIs, centros cirúrgicos e obstétricos. Cabe ao técnico de enfermagem também acompanhar o enfermeiro, aquele que cursa cerca de 5 anos de ensino superior em Enfermagem, no planejamento das atividades de assistência.

perfilenfermagembrasil

Já o enfermeiro pode prestar assistência direta a pacientes em estado grave, realizando procedimentos de maior complexidade. Ele atua no gerenciamento de equipes de enfermagem, atuando também em Enfermagem Geral, Pesquisa clínica, Ensino, Gestão da qualidade, Gestão de projetos, Enfermagem pediátrica, Enfermagem de resgate, Enfermagem do trabalho, Enfermagem geriátrica, Enfermagem médico-cirúrgica, Enfermagem obstétrica, Enfermagem psiquiátrica, Enfermagem de saúde pública.

+leia: Mercado de Trabalho para profissionais técnicos.

Curso Superior de Enfermagem

enfermagemNo curso superior de Enfermagem, o futuro enfermeiro aprenderá noções de ética e de cuidado humanizado de pacientes, de forma a promover saúde individual e coletiva. Nos anos iniciais, as disciplinas teóricas são mais abrangentes, enquanto ao final do curso, o estudante conta com aulas práticas em laboratórios e atendimento real a pacientes.

Tanto o técnico em enfermagem quanto o enfermeiro são, geralmente, vistos como auxiliares do médico, entretanto, os profissionais são contra esse tipo de visão. Eles costumam ter funções independentes e, por vezes, complementares às dos médicos. Por isso, também, é interessante que o pretenso bacharel em Enfermagem analise bastante a profissão antes de ingressar nele, para não confundir acreditando que enfermeiros são quase médicos.

A média salarial do técnico de enfermagem varia entre R$ 800 e R$ 3 mil, enquanto o salário do enfermeiro pode chegar a R$ 6 mil reais.

O panorama dado até aqui pode ainda não ter auxiliado você a decidir entre curso técnico e o bacharelado, mas indicamos o seguinte: visite hospitais, converse com profissionais das duas categorias, e ouça deles as percepções sobre a profissão. Verifique, principalmente, aqueles que atuam em áreas diferentes da enfermagem, é importante que você visualize essas áreas para escolher. E saiba: profissionais da área médica trabalham sob regime de plantões, o que exige uma dedicação especial para conciliar com outras atividades pessoais.

Faça um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *